Faça o seu comentário

Necessário fazer login para comentar

Comentários

avatar
Evandro Eloy em 07 de dezembro de 2010 às 19:00:39»
Excelente teu avatar Tuga... dá uma voltinha? sha clap
avatar
Brasileiro Sertanejo em 07 de dezembro de 2010 às 12:57:49»
Obrigado pelas suas palavras cheias de afeto fraterno querido irmão mas eu sou apenas um desses caras de Ágora, que só tem 3 camisas e duas calças, um computadorzinho que eu mesmo fiz comprando placa por placa e demais porcarias para o deixar de riba e de elite mas mesmo assim sou super feliz da vida pois nada me interessa de material pois se tivesse afim, eu iria em busca e conseguiria.
Nada de dinheiro na minha frente, luxo, vaidade e se de fato sou esta tal "personalidade" como vc disse aí de mim, sou mesmo, porém, mero estudante da vida e do tempo.
"Personalidade" do que querer aprender às coisas da vida e a melhor maneira de viver e conviver pacifica e fraternalmente com toda Humanidade.
Muitíssimo obrigado pelos elogios que não mereço! redface redface redface
avatar
Lucy em 07 de dezembro de 2010 às 11:33:38»
evandro ki frase profunda, tb num gosto e depedida num rolleyes
avatar
Nana em 07 de dezembro de 2010 às 11:30:31»
Eu tbm to com sodade sua!!! clap

Seu lindo!!!
avatar
Evandro Eloy em 07 de dezembro de 2010 às 11:16:52»
Oi minha linda!!!
Tô com sodade! redface
avatar
Nana em 07 de dezembro de 2010 às 11:13:02»
UUUaaauuuu!!! clap

A frase é demais, mas o comentário!!!
avatar
Evandro Eloy em 07 de dezembro de 2010 às 10:55:19»
Fã sou eu de vc amigo, uma "personalidade" oculta atrás de um avatar que mostra o quanto tens de bravura e coração.
Filósofo? Quem dera...
Eu nada sei de minha vida, apenas que amo amigos que nunca vi, sinto saudades dos que já se foram... e a cada dia gosto menos do que vejo no espelho...
Queria ser como um dos sábios da praça de Ágora... que dizia ser feliz mais do que os reis, porque os reis precisavam de ter mais... e ele não tinha nada a não ser sua túnica... e não desejava mais nada, pois a túnica era o que ele queria...
avatar
Brasileiro Sertanejo em 07 de dezembro de 2010 às 10:49:02»
Por vezes amigo Evandro, a gente quer tanto que uma pessoa suma das nossas vidas ou estamos com tanta vontade de sumir para sempre da mira do seu olhar que de fato lá na frente,a gente não sabe se fez certo ou errado muito embora estivéssemos mais que certos em partir para evitar brigas e conflitos e por fim desfrutarmos da paz merecida e sonhada.
Só que depois a gente se arrepende e até sente saudades, daí sua indecisão em definir seu sentimentos numa partida.
Gostei demais deste teu pensamento como gosto de todos os que postas, pois embora super zuador, tu é um gaúcho filósofo muito arretado que depois do Serginho Malandro, me tornei também teu fã! clap clap clap
Curta nosso Blog no Facebook