Faça o seu comentário

Este post não permite comentários

Comentários

avatar
Alucard em 07 de fevereiro de 2011 às 17:57:42»
Ééé... Senhorita Marizete – Loira[muito]Inteligente; diga-se de passagem. Simpatizo muito com sua tormenta e tolerância (que me são familiares...); meus parabéns!! ^.^

Beijos e abraços fraternos!

clap
avatar
Tyr em 19 de julho de 2010 às 21:56:28»
Quando se tem mais dias pra traz do que pra frente o melhor é aproveitar! Os descendentes dela vao gostar de saber! Meu tio-avo era assim! Mas não tinha quem não gostasse!
avatar
LoiraInteligente em 19 de julho de 2010 às 21:25:30»
Luna,

Aqui no cerrado aprendemos que a visita deve se comportar como a familia que a recebe. Isso é o princípio da hospitalidade. Mas tem pessoas que causam tanto mal estar que não são benvindas. Isso ocorre. Pior é quando são familia. Eu sofro bastante quando recebo pessoas assim, mas como sei que um dia irão embora tolero.
Sabe, quando estou na casa dos outros fico incomodade de incomodar. Mas essa tia Maria carece de desconfiômetro. Como já tem 0itenta e tantos estamos na contagem progressiva. É uma malinha sem alça muito amada.
avatar
Tyr em 18 de julho de 2010 às 23:42:24»
Loira
Fiz uma brincadeira e ninguem notou! Somente a Maria! Uma foto era minha mesmo!
avatar
LoiraInteligente em 18 de julho de 2010 às 23:38:49»
Oi Tyr,

Minha acha que eu nem tenho sentimentos... É que todo pé torto da familia me encontra.
Sabe, algumas pessoas querem apenas sentir que quem está com ela não é falso. Se gosto falo, se não gosto deixo claro. Comigo não há charadas. Talvez seja por isso. Eu não entendo. Eu geralmente sou quem dá bronca quando não tomam remédio ou não querem comer, quando estão deprimidos por alguma coisa. Dou risadas com eles, ouço suas mesmas histórias tantas vezes que já as conheço de cor. Quando esquecem alguma coisa eu lembro.
Eu falo para meu marido que eles gostam de sofrer comigo. Mas eu os amo de todo coração. Quando um dos velhinhos da familia adoece de morte, cabe sempre a mim prepara-los para a partida. Essa é a parte chata, mas alguém tem que fazer né?
Um abração.
Ps. Adoro seu avatar. É do Matrix não é?
avatar
Tyr em 18 de julho de 2010 às 23:11:35»
Marizete:
Me arranca um sorriso ao ver o seu coment! Se o mais ranzinza te quer não é por fraqueza ou indolencia. Mas viu algo dela em voce! Tive a minha, se foi! Ela gosta de voce mesmo!
Beijao. Tyr!
biggrin
avatar
LoiraInteligente em 18 de julho de 2010 às 22:54:37»
Oi amigos,

Que bom que são solidários com minha cruz.
Hoje foi um dia e tanto.
Tenho uma familia linda e numerosa. Geralmente eu "piloto" o fogão da mamãe no almoço de domingo. Tanta gente. Tantos pratos e tia Maria reclamando que o almoço está demorando. De fato parece criança, só que muito mais difícil.Criança não tem rancor nem azedume. Mas, que fazer. Cuidar. Ela não é a primeira.
Terei que arranjar tempo na semana atribulada para cortar o cabelo branquinho dela. Não deixa ninguém mexer. Acho que acabei virando a neta que ela não teve. Por isso tenho todo cuidado com ela. Foi assim com os outros tios...
Bem é a vida.
avatar
Angelik em 18 de julho de 2010 às 15:06:15»
Essa tia Maria parece criança pedindo atenção... tem que ter paciência. wink
avatar
Tyr em 18 de julho de 2010 às 07:17:18»
Adoro ler suas historias! Sua tia Maria lembra a minha falecida tia, deve ser procedimento padrão! Não tira ou aumenta nada! Beijao Loira.
biggrin
avatar
Marya em 18 de julho de 2010 às 06:16:11»
Marizete,
(Banho com o marido hem... cool biggrin )

Você é mesmo um amor de pessoa não é Marizete?... Todos gostam tanto de você que até tia Maria a escolheu como predileta... razz

Mas, não custa acolhê-la... a caridade que se pratica com os seus é um colar de lírios para Deus...

' ... aquele que acolher à um destes pequeninos foi a mim que acolheu'...

Marizete, ter uma tia Maria pode ser um sacrifício, mas um dia ela vai embora e deixará saudades... cuide bem de sua tia Maria com todo o seu carinho que lhe é peculiar...

Beijinho !... wink