Faça o seu comentário

:

:







Comentários

Leila Nobre em 17 de julho de 2012 às 15:25:39»
Muito lindoooooooooooooooo!
avatar
daniel19vasco em 06 de fevereiro de 2012 às 15:53:32»
clap
avatar
Evandro Eloy em 03 de fevereiro de 2012 às 09:52:19»
A Tua versão ficou 10 Brazuca!
avatar
Luiz Felipe em 02 de fevereiro de 2012 às 23:32:32»
como seria o The Linux.
brincadeira, nao resisti em fazer essa piadinha tosca.
avatar
Nordestino em 02 de fevereiro de 2012 às 18:06:00»
Brazuca posso dizer que no seu tentar
Restou em nós a certeza de que
se vc não conseguiu
chegou bem pertin pertin

Ps sou o ex maneskilo
é que agora mudei de fase amigão
clap clap clap clap clap
avatar
Brazuka em 02 de fevereiro de 2012 às 17:51:11»
Evandro, aonde quer que ele esteja no Plano Espiritual para onde todos teremos que retornar um dia, tenho certeza que deu valor um nerd maluco lembrar de um dos seus poemas agora no Século XXI - 2012 d.C!

Quer saber como que fiz este Poema aí? "tentando" pegar carona no dele?

Trazendo o seu Poema para o nosso Tempo e eu pelo menos "tentar" escrever à minha maneira!
confused confused fool
avatar
Evandro Eloy em 02 de fevereiro de 2012 às 17:30:51»
Um abraço mano velho... também não sei (nunca soube) o nome do autor... hehe
avatar
Brazuka em 02 de fevereiro de 2012 às 17:25:16»
Oba! clap clap clap

Meu post então valeu brother Evandro, pois sinto-me deveras agora premiado ao fazer vc tanbpem lembrar deste lindo poema que esquecí o nome do Poeta mas que, marcou mesmo a minha vida também e de quem porventura leu aquela explosão de sentimentos vivos que acontece alí em cada frase escrita com as tintas da alma.

Brow Evandro, valeu mesmo e sinceros abraços em vc, na Có e nas Princisinhas minhas sobrinhas! clap clap clap
avatar
Evandro Eloy em 02 de fevereiro de 2012 às 17:02:54»
Brazuca meu amigo... adoro o início deste poema, gosto da parte:
.
guardei, porém, na lembrança
aquele encanto que tinha
a rua em que fui criança,
a rua que foi tão minha…
.
Dá saudades de minha 4ª série...

Felicidades amigo, e obrigado por me lembrar minha saudos Professora Maria Helena Barreiros.